Pular para o conteúdo principal
Cortina Romana: elegância na proteção solar de ambientes

A elegância da proteção luminosa da Cortina Romana

Escolher a cortina adequada ao seu ambiente parece difícil com tantas opções disponíveis.

Algumas perguntas podem orientar a sua escolha: qual o nível de luminosidade que você espera? A cortina deve se sobressair no ambiente ou ser discreta? E a mais importante, o que casa com a sua identidade? A Cortina Romana, por exemplo, é uma clássica escolha que mescla elegância com proteção solar, que vai desde filtragem total da luz até suave bloqueio. 

Sua listras horizontais acomodam varetas que formam sua estrutura, criando gomos quando a cortina está aberta, um diferencial em termos estéticos.

A versatilidade da Romana se reflete na ampla gama de tecidos e cores em que ela pode ser fabricada: seda, fibras naturais, blackout ou em tela solar, o chamado tecido “screen”.
E aqui vão 3 dicas para você usar e abusar da Romana na decoração do seu ambiente.

 

Cortina Romana: proteção luminosa e térmica

Quando o objetivo para o ambiente é a proteção solar, a Romana em tecido Screen bloqueia a incidência direta de sol, sem perder a luminosidade. Há telas screen com diferentes fatores de abertura, que vão do 1% ao 10%.

Esse fator é a quantidade de área da cortina que terá “furinhos”, é o nível de transparência, ou seja, que terá visibilidade para o ambiente externo. Romanas com tela screen de 1% filtram grande parte da luminosidade, promovendo um ambiente muito mais escuro do que a 10%, que permite maior claridade e visibilidade, com transparência em 10% da área do tecido.

A escolha de tecidos screen em cor clara promove proteção térmica, deixando o ambiente mais fresco e iluminado. Além de pouco interferir na decoração. Já em screen escuro, a Romana não age tanto no controle térmico, contudo combina com decorações arrojadas. Em ambientes de escritórios a Cortina Romana em tons escuros é perfeita para bloquear o reflexo em telas de computador.

 

Ambientes que casam com a Romana

Salas, comerciais ou residenciais, bibliotecas, quartos, paredes e portas de vidro são ambientes em que a Romana se encaixa. 

Em cozinhas e lavanderias não é indicado utilizar a cortina em tecido comum ou translúcido, que acumula mais a gordura do que outros materiais, prejudicando a durabilidade e beleza da cortina. Nesses locais é possível optar por modelos como a Persiana Horizontal de Alumínio, levando em conta a facilidade de limpeza.

Para quartos, se você prefere ambientes totalmente escurecidos é recomendada a utilização da Romana em tecido Blackout; além disso, outra possibilidade é a Cortina Rolô Blackout.

A Romana em algodão, ou tecidos transparentes, casa com ambientes modernos, onde a decoração já chama atenção por si só. Para cômodos com decoração rústica, a Romana em tecidos como palha e linho complementa a identidade do ambiente.

 

Uma instalação que leva em conta os detalhes

A janela ou porta onde a Romana vai ser instalada abre para fora ou para dentro? Para a segunda opção, o ideal é que acima da abertura haja pelo menos 40 cm de parede disponível, assim quando a Romana for aberta seus gomos não atrapalharão a visibilidade ou a abertura das portas/janelas.

Há algum obstáculo que possa impedir o pleno funcionamento da cortina? A Romana possui estruturas que podem se enganchar em puxadores salientes, por exemplo. Por isso é ideal conhecer o ambiente onde você deseja instalar a sua romana. Afinal, é ela quem vai dar um toque de elegância e personalidade no seu lar.

Clique abaixo e conheça nossa linha completa de Cortinas: